sexta-feira, 18 de abril de 2014

PRINCIPAIS PLANTAS MEDICINAIS BRASILEIRAS - LETRA J

ATENÇÃO: As informações contidas neste blog apresentam apenas finalidades informativas e não devem ser usadas para diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer doença e muito menos substituir cuidados médicos adequados.  
        

Jaborandi (Pilocarpus jaborandi)


JABORANDI (Pilocarpus jaborandi): Tem como princípio ativo o alcalóide Pilocarpina, que age nas glândulas salivares e sudoríferas. Estimula as secreções gástricas, por isso é um ótimo digestivo. Seu princípio ativo já é largamente usado pela indústria de medicamentos no tratamento do glaucoma. Era utilizado no passado para aguçar o faro de cães de caça. Também indicado no tratamento de doenças do aparelho respiratório. Vários xampus trazem o jaborandi em sua fórmula, tido como um poderoso aliado na luta contra a queda de cabelo. Há anos, a planta vem sendo extraída em grandes quantidades para uso de laboratórios estrangeiros. Suas folhas são usadas nas afecções ruemáticas, artrite, gota, hipertensão arterial e no tratamento de desordens respiratórias.

JAMBOLÃO (Syzygium jambolanium): As folhas são consideradas adstringentes e auxiliar nos casos de diabetes. Os frutos do jambolão também apresentam alta atividade antioxidante e também, ação hipoglicemiante.

JASMIM (Jasminum officinalis): O famoso chá preparado com as flores de jasmim é muito consumido no Extremo Oriente. Na época da China Imperial, era bebida exclusiva dos nobres da corte. Suas propriedades medicinais são muito conhecidas por aliviar o estresse; diminuir a ansiedade, a tensão e a exaustão nervosa. Ajuda a combater os sintomas da depressão, é excelente calmante e favorece um sono tranqüilo. Em compressas, auxilia no tratamento da conjuntivite e problemas da pele. Na medicina popular é usado para aliviar dores de cabeça e enxaqueca.

JATOBÁ (Hymenaea courbaril): A casca e a resina são usadas em afecções das vias respiratórias, vias urinárias e do aparelho digestivo. São indicadas também em casos de bronquite, asma, tosse, coqueluche, laringite, inflamação da bexiga e próstata, cistite e flatulência. Famoso no tratamento contra hemorróidas, fraqueza geral e contra vermes.

JUÁ (Solanum viarum): A casca é utilizada como dentifrício, os frutos são calmantes dos nervos e da azia. A raiz é diurética, ajuda a emagrecer, melhora as funções do fígado e bexiga.

JURUBEBA (Solanum paniculatum): Estimulante das funções digestivas, do fígado e baço. Indicado em casos de insuficiência hepática e prisão de ventre. O seu suco é diurético e tônico, usado contra problemas da bexiga, inflamações do baço e icterícia. Também é indicado popularmente contra erisipelas e abcessos. O chá tem uma indicação muito antiga para combater o amarelão e a hepatite.


FONTE: GUIA DAS PLANTAS MEDICINAIS