sexta-feira, 18 de abril de 2014

PRINCIPAIS PLANTAS MEDICINAIS BRASILEIRAS - LETRA L

ATENÇÃO: As informações contidas neste blog apresentam apenas finalidades informativas e não devem ser usadas para diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer doença e muito menos substituir cuidados médicos adequados.





Laranja Amarga (Citrus aurantium)

 
LARANJA AMARGA (Citrus aurantium): Usada contra gripes e resfriados, pois é depurativo e sudorífico, tem vitaminas e sais minerais. Citrus aurantium, conhecida popularmente como laranja-amarga, apresenta propriedades que a permite se ligar a receptores encontrados no tecido gorduroso, ativando o metabolismo e a queima de gordura sem interferir no sistema cardiovascular. Apresenta também propriedades digestivas, melhorando a absorção dos nutrientes e protegendo o estômago. A laranja tem em sua casca a pectina, um carboidrato que ingerido com líquido transforma-se em gel e seu volume gera saciedade. Pela sua capacidade de solubilidade, a pectina forma um gel no intestino, dificultando a taxa de absorção de carboidratos, lipídios e colesterol em excesso. Evidências clínicas e alguns estudos demonstram que determinados tipos de laranja, como a Citrus aurantium, podem acelerar o metabolismo, promovendo assim um maior gasto de calorias; como conseqüência, pode ocorrer a queima de estoques de gordura e a diminuição de algumas medidas. Muitas pessoas hoje buscam alternativas extraídas da natureza para auxiliar no emagrecimento. E algumas substâncias naturais, como as fibras de laranja, são aliadas para equilibrar nossa dieta porque podem auxiliar no funcionamento do intestino e, em alguns casos, causar maior saciedade.

LINHAÇA (Linum usitatissimum): Estudos indicam que a linhaça ajuda a evitar os sintomas da menopausa e prevenir contra os tumores de mama e de ovário. A lignana, presente na linhaça, tem se mostrado útil ao ajudar a restabelecer o equilíbrio hormonal durante a menopausa. O óleo de linhaça é conhecido por ser a principal fonte de ômega 3, ômega 6, ômega 9 e vitamina E. A carência destes nutrientes no organismo pode enfraquecer o sistema imunológico, aumentar o risco de doenças cardíacas, além de agravar processos inflamatórios. O óleo de linhaça é conhecido como um antiinflamatório natural do organismo. Pesquisadores também acreditam que o óleo de linhaça pode acelerar a taxa de metabolismo do corpo e ajudar a queimar gorduras mais rapidamente.

LÍNGUA DE VACA (Plantago major): Alivia a dor em feridas, combate a inflamação e ajuda na cicatrização. Tem ação tônica e age nos casos de erupções cutâneas, blenorragia e coceiras.

LOURO (Laurus nobilis): Usado contra má digestão e ressaca alcoólica, doenças de fígado e estômago. O chá é usado contra cólicas menstruais, para combater o cansaço e o reumatismo.

LOSNA (Artemisia absinthum): Amargo estimulante gástrico, aumenta o apetite e é considerado afrodisíaco. Mas em doses altas pode se tornar um psicoestimulante. Indicado contra doenças nervosas e falta de apetite.

LÚPULO -FLOR (Humulus lupulus): Digestivo e estimulante das funções hepáticas, com propriedades tônicas e estimulantes, ativa a secreção salivar, biliar e gástrica em casos de dispepsias. Muito utilizado em hepatite crônica e aguda. Atua como antiespasmódico (diminui a cólica), além de aumentar e favorecer o fluxo biliar, sendo indicado em casos de distúrbios da função digestiva e em queixas suaves do trato gastrintestinal (má digestão, gases, intolerância à gordura). As flores femininas da planta são usadas na fabricação da cerveja.


FONTE: GUIA DAS PLANTAS MEDICINAIS