sábado, 19 de abril de 2014

PRINCIPAIS PLANTAS MEDICINAIS BRASILEIRAS - LETRA T

ATENÇÃO: As informações contidas neste blog apresentam apenas finalidades informativas e não devem ser usadas para diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer doença e muito menos substituir cuidados médicos adequados.

       


Tribulus (Tribulus terrestris) 

TANACETO (Tanacetum vulgare; sin.: Tanacetum parthenium): É conhecida e utilizada desde a antiguidade, para diversas finalidades: baixar a febre, problemas menstruais, artrite, dor de cabeça, dor de dente, asma, dor de estômago e mordidas de insetos. Sua principal utilização é contra a enxaqueca, aliviando os sintomas da dor, tonturas, zumbidos no ouvido, tensão pré-menstrual (TPM) e flatulência, diminuindo náuseas e vômitos que geralmente acompanham as crises.

TANCHAGEM (Plantago major): Pode agir como bactericida sobre as vias respiratórias em casos de inflamações, destruindo microorganismos e limpando secreções. Indicada também em casos de diarréias e hemorragias pós-parto. O suco das folhas pode ser usado em bochechos para acelerar a cicatrização da gengiva em casos de cirurgia e extrações de dentes. O emplasto da planta mecera ajuda a combater inflamações.

TÍLIA (Tilia cordata): Árvore sagrada das antigas civilizações germânicas. Sudorífica, descongestionante e relaxante é indicada em casos de febres, resfriados, bronquite, tosse e dores estomacais. Alivia a dor de cabeça, enxaqueca e tensões nervosas. Usada em casos de nervosismo e ansiedade. A flor e a casca apresentam efeito levemente hipotensor e vasoldilatador.

TOMATE (Licopersicon esculentum)Trata-se de um alimento de grande valor nutricional, além de conter substâncias capazes de auxilar no combate a problemas reumáticos e do fígado. Externamente é útil nas afecções da pele. É um ótimo revigorante para o organismo, purificador do sangue e por ser rico em licopeno, torna-se um antioxidante poderoso no combate aos radicais livres. O licopeno apresenta alto poder antioxidante, elevando a capacidade de defesa do organismo contra os danos causados pelos radicais livres (substâncias altamente reativas, produzidas normalmente no organismo que, em excesso, provocam doenças e envelhecimento precoce).

TOMILHO (Thymus vulgaris): Possui propriedades anti-sépticas, antiespasmódicas, carminativas e vermífugas. É uma planta digestiva e estimulante, muito utilizada na culinária. Auxiliar em casos de falta de apetite e também nos problemas respiratórios. Popularmente é usada para combater parasitas (especialmente tenia ou solitária) e como repelente de pulgas e piolhos.

TRIBULUS (Tribulus terrestris): É usada contra problemas urinários, pedras nos rins e vertigens. Além disso, credita-se a esta planta propriedades afrodisíacas e úteis em casos de impotência sexual. Popularmente ela é conhecida também como cabeça-de-gato, espinho-do-diabo e erva-daninha-do-diabo. O uso popular relata sucesso no tratamento de infertilidade nas mulheres, impotência nos homens e aumento da libido em ambos os sexos.

TRIGO (Triticum spp.): O germen de trigo representa aproximadamente 2% do grão de trigo e nesta pequena porção está concentrada uma riqueza impressionante de nutrientes, sendo considerada a maior fonte de vitamina E da natureza. O alto teor de vitamina E, excelente antioxidante, contido no óleo contribui para estabilizá-lo, isto é, impedir a combinação do oxigênio com os ácidos graxos presentes. Por esta razão é considerado um alimento de alto valor biológico para a saúde.


 FONTE: GUIA DAS PLANTAS MEDICINAIS